Templo Budista em Hong Kong - China.

Atualizado: 5 de jun. de 2021

Hong Kong é muito mais que arranhas céus, show de luzes e ruas lotadas de pessoas. É também, momento de aventura e paz.





Mesmo próximo ao Aeroporto Internacional de Hong Kong e à Disneyland, é possível encontrar a magia espiritual dos budas. Temos o maior buda sentado ao ar livre e o teleférico mais extenso da Ásia, que para os aventureiros podem subir por uma trilha ou ainda ir de teleférico com cabine normal ou com o piso de cristal podendo ter uma sensação de estar flutuando sobre a mata.


De longe, parece ser tão pequeno. Mas este budha possui 34 metros coberto por bronze, cerca de 250 toneladas e esta sentado sob uma flor de lótus.





Ao chegar, irá encontrar o templo budista Po Lin Monastery e o Tian Tan Buddha. Um ambiente excelente para caminhar, ouvir a natureza, meditar, fazer yoga, sentir aromas de incensos ou até mesmo experimentar uma comida típica e comprar souvenir.




E para chegar pertinho da estátua, ainda é preciso subir alguns degraus (não cheguei a contar, mas dizem ser de 240 a 260).





Após a escadaria, sente-se e ainda enjoy um picolé ou beba uma água relaxe. É um real contato com a natureza, aproxima o homem da religião ao sentir o aroma dos incensos e ao ouvir os mantras.


Aproveite e aventure-se na culinária.





Além do buda, temos estátuas de divindades reverenciando-o e oferecendo flores, incenso, lamparina, pomada, frutas e música, simbolizando a caridade, a moralidade, a paciência, o zelo, a meditação e a sabedoria, necessárias para se alcançar a iluminação, o nirvana.





Curiosidade: Levei um susto quando vi uma cruz suástica no peito do buda gigante. No primeiro momento, pensei ser uma alusão ao nazismo. Mas ao pesquisar, percebi que este símbolo é encontrado em muitas culturas e religiões (Astecas, Celtas, Busistas, Gregos, Hindus e etc). No oriente, a suástica (卍 manji) é usada para representar templos e santuários em mapas, bem como em outros países do extremo oriente. E que é normal ter as suásticas (qualquer das suas variantes) desenhadas no peito de muitas esculturas de Buda, e frequentemente aparecem ao pé da estatuária de Buda.


Em razão da associação da suástica voltada para a direita com o nazismo após a segunda metade do século XX, a suástica budista fora da Índia tem sido utilizada apenas na sua forma 卍 (virada para a esquerda).


Esta forma da suástica é comum também nas caixas de comida chinesa indicando que a comida é vegetariana e pode ser comida por budistas de princípios mais rígidos. Também é bordada com frequência nos colarinhos das blusas das crianças chinesas, para os proteger de maus espíritos.


A suástica usada na arte e escultura budistas é conhecida dentro da língua japonesa como "manji" que representa o Dharma, a harmonia universal, o equilíbrio dos opostos. O símbolo virado à esquerda representa amor e piedade; voltado para a direita é força e inteligência.




Divindade reverenciando e oferecendo uma flor ao buda = Pureza espiritual


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O assunto esta cada vez mais em evidência. As pessoas falam sobre sustentabilidade, preservação, ecologia, degradação ambiental, camada de ozônio, mudança de clima e etc... O que as pessoas, inclusive